Cegonha Negra – Ciconia nigra

IMG_0004Símbolo de prosperidade e boa sorte, desde sempre a cegonha foi associada à chegada de um filho é uma das aves mais acarinhadas pelas crenças humanas. Quem desconhece a sua silhueta branca com parte das asas pretas!?

Bom, mas estas são muito comuns entre nós, já que por vezes até fazem os ninhos no meio das nossas povoações, na vila de Mação não é o caso, mas se dermos um salto até á freguesia da Ortiga podemos observar os seus ninhos em algumas chaminés e outras construções.

No início de Março vi uma silhueta de cegonha, eram cerca das 7 da manhã e passava perto da Anta da Foz do Rio Frio, quando a vi descer em voo baixo a ribeira em direcção ao Tejo. Com o bico e as patas com as cores características da espécie, mas toda preta com uma grande macha branca no abdómen, esta não era a Cegonha-branca mas sim uma Cegonha-preta (Ciconia nigra).

Esta é rara em Portugal pois além de ser uma ave bastante mais tímida do que a sua parente branca, não nidificando entre nós e preferindo zonas mais inóspitas, a perda de habitat vem acabar por provocar a sua reduzida população actual.

Em tempos existiu um ninho de Cegonha-preta no nosso concelho, situado na zona de S. José das Matas num velho sobreiro, mas por causas naturais este veio a cair e a família de cegonhas pretas desapareceu.

No ano passado observei um cenário inesperado na foz da Ribeira de Eiras na Ortiga. Quatro espécies a competir lado a lado a escassos metros umas das outras. Era uma Cegonha-branca, uma Cegonha-preta, uma Garça-real e um Corvo-marinho-de-faces-brancas este último com o seu método de pesca bem diferente das outras três aves, mergulhando entre as outras atrás do peixe, uma cena caricata sem dúvida.

Também nas portas de Ródão em Vila-velha-de-Ródão observei um ninho de cegonhas e nessa altura com crias, à data andava por lá de canoa pelo que as observei de um sítio privilegiado. Já há algum tempo que lá não vou e não sei se ainda por lá nidificam, visto a população de grifos existente ter vindo a aumentar consideravelmente e como estes iniciam a nidificação mais cedo estas estão em risco de perder o seu lugar.

Quem sabe se um dia estas não voltam a nidificar no concelho de Mação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s