Orquídeas Europeias

A nossa velha Europa, onde há séculos o ser humano mobiliza o solo e onde por vezes julgamos que mais nada há para encontrar, heis que a natureza volta a surpreender, desta vez dediquei-me um pouco às orquídeas europeias…

Habituados a vê-las à venda, essas orquídeas são na verdade muito de origem tropical e na sua maioria orquídeas trepadeiras ou parasitas. Na Europa, em Portugal e também no nosso concelho de Mação podemos encontrá-las, por cá são terrestres, ou seja, vivem nos solos.

São orquídeas habituadas a climas mais agrestes, tão bonitas como as suas congéneres tropicais, apenas mais pequenas.

Nesta altura estão no auge da sua floração, são difíceis de encontrar, pois na maior parte do ano passam discretamente, chamando mais a atenção aquando da floração, floração essa muito mais curta do que as suas parentes que vemos à venda nas lojas, talvez seja por isso um dos motivos para não serem comercializadas.

As orquídeas pertencem à família Orchidaceae e no nosso país encontramos cerca de 16 géneros, 48 espécies, e o que é incrível é que a natureza está sempre a surpreender-nos. Quando pensamos que já está tudo encontrado, no ano de 2010, é encontrada uma nova espécie de orquídea na serra da estrela e em 2011 na ilha de S. Jorge nos Açores é reencontrada uma espécie da qual não havia registo há 170 anos, não estando afinal extinta.

Um dos grandes males para as nossas orquídeas é a perda de habitat, e derivado a essa perda a maior parte delas estão ameaçadas ou à beira da extinção. As novas formas de exploração agrária e florestal em que as terras são praticamente viradas de pernas para o ar levam a que muitas formas de vida venham a desaparecer, e no nosso concelho não é excepção quando continuamos a ver serras completamente viradas para a plantação de eucaliptos.

Ophrys apifera (FOTO1)

Ophrys apifera

O que é certo é que estas formas de vida menos comuns por um lado são bons indicadores para um ambiente mais saudável.

No nosso concelho encontrei cerca de 10 espécies diferentes.

Nesta foto podemos observar a “erva-abelha” Ophrys apifera, uma planta que arranjou uma forma muito peculiar para ser polinizada. Baseia-se no facto de enganar o macho de uma espécie de abelha a seduzir a sua flor e com isso levando-o a espalhar o pólen entre várias flores. De facto são plantas fantásticas, desde a semente, que só pode vir a dar uma planta se encontrar a simbiose perfeita com um fungo, simbiose essa denominada de micorriza, em que a planta melhora a sua nutrição e resistência e que por sua vez o fungo ganha uma fonte de açucares constantes.

Bom desta vez fico por aqui mas deixo algumas fotos para desfrutarem destas beldades!!!

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s