Raposa-vermelha

 

No campo todos os dia são diferentes, fora da monotonia das grandes cidades. Hoje encontrei esta pobre raposa, pena que sem vida, provavelmente levou uma pancada de um carro,e ali ficou.

É bem difícil fotografar mamíferos em Portugal, e as raposas não fogem à regra, apenas avistamentos fugazes, e muitas vezes quando vamos a conduzir lá avistamos uma, daí esta fatalidade.

A raposa-vermelha (Vulpes vulpes) é muito comum em Portugal, tem uma distribuição enorme que apanha praticamente todo o hemisfério norte, certas zonas do equador, e também foi introduzida na Austrália. A sua distribuição enorme deve-se ao facto de ser uma grande oportunista. Certa vez vi uma passar com uma galinha na boca mesmo dentro da vila de Mação.

Esta na foto, já estava com a pelagem de inverno, bem farfalhuda não?

No verão tem o pêlo bem mais curto. Certa vez na aldeia de Ribeira de Boas Eiras, soltei uma já adulta de uma armadilha, tive receio que me mordesse, mas não, atirei-lhe a minha camisola para cima, e deixou-me solta-la. Foi uma sensação fixe, depois de me afastar, levantou-se e sorrateiramente subiu a serra, e lá no alto parou e olhou para mim como que a dizer “obrigado” (risos).

Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s