Andorinha-das-rochas

 

A andorinha-das-rochas (Ptyonoprogne rupestris) é de certa forma uma andorinha do “contra”, já que ao contrário das restantes espécies que encontramos em Portugal, estas nunca nos abandonam quer faça calor que faça frio, daí também conhecida como a “andorinha do inverno”.

De cor predominante castanha, um pouco mais clara na parte inferior. A sua cauda é de forma quadrada, e quando em voo apresenta pequenas manchas mais claras.

Tal como o nome indica é típica de zonas rochosas e acidentadas, no entanto habituou-se bem ás construções humanas para habitar tal como pontes ou barragens, onde faz o seu ninho em forma de taça. Vive em colónias mais reduzidas que as suas parentes.

Um dos locais onde as costumo de observar é na ponte perto do Pereiro do Carvoeiro. É engraçado, pois quando na época de reprodução nos aproximamos do ninho, elas não hesitam em nos atacar fazendo voos rasantes sobre as nossas cabeças.

Fotografei estas há dias na Pracana-fundeira.

E por falar em andorinhas, já estão a chegar as espécies migradoras, embora o grosso da migração chegue só daqui a uns meses. Hoje vi andorinhas-dos-beirais em Belver logo pela manhã. Agora ficamos com um dilema, sempre ouvi dizer que as andorinhas trazem a primavera, e estas? Promovem o inverno? (risos)

One thought on “Andorinha-das-rochas

  1. Pingback: Os últimos arranjos. | RESPIRA NATUREZA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s