Romula

 

Nesta altura do ano flores brotam por todo o lado, algumas grandes outras pequenas e hoje é um bom dia para falar de uma pequena planta perene, bolbosa que nesta altura do ano deixa espreitar as suas pequenas flores de cor lilás azulado esbranquiçado, com o centro amarelo alaranjado.

Esta planta passa grande parte do ano despercebida à maior parte das pessoas e não é de estranhar senão fosse a surpresa quando floresce. Durante o dia enquanto apanha sol está aberta mas quando o tempo piora ou à noite, esta fica fechada. Dependendo do clima podemos encontra-las assim entre finais de janeiro a maio.

Normalmente esta planta encontra-se em zonas mais abertas como foi o caso de hoje, em que estavam na orla de um pinhal, e mesmo no meio do estradão de terra. Já no meio do arboredo não as encontrei, isto porque gosta de luz. Tal como muitas outras plantas autóctones esta não é muito exigente com o solo e é bem resistente ao calor.

Não lhe conheço nome comum pelo que vou apelida-la de “Romula” (Risos), talvez pela história do seu nome cientifico que é Romulea bulbocodium. Visto ser uma planta mediterrânea, já na época dos romanos havia quem se interessa-se pela botânica. Pelo que se conta a sua nomenclatura botânica refererir-se á ao lendário fundador de Roma, Romulus, daí o Romulea bulbocodium.

A “Romula” é uma planta que pode ser usada como ornamental, tal como nos vasos que tenho no terraço, com várias variedades de plantas autóctones esta há umas semanas começaram a dar a sua graça.

Existe uma outra planta muito semelhante, mas com algumas diferenças, a Crocus carpetanus. Enquanto a “Romula” possui brácteas, folhas modificadas (diferentes das folhas normais) situadas na base da flor que tem a função de proteger as inflorescência em desenvolvimento,a Crocus carpetanus não as possui.

Neste dia voltei a fotografar uma borboleta-almirante-vermelho (Vanessa atalanta) de que aqui deixo uma foto. Ou seja onde há flores há polinizadores!

Neste link poderão encontrar um artigo de que falei desta borboleta-almirante-vermelho:

https://respiranatureza.com/2017/02/12/borboleta-almirante-vermelho-vanessa-atalanta/

Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s